REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES SOBRE O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

Alessandro Luiz de Oliveira, Patricia Diana Edith Belfort de Souza Camargo Ortiz Monteiro

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar as Representações Sociais de professores do ensino superior sobre o processo de avaliação dos cursos de graduação e identificar como estes sujeitos (professores) se inter-relacionam e representam os processos de avaliação oficiais do MEC/INEP. A presente pesquisa caracteriza-se como exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e quantitativa, tendo como referencial teórico a Teoria das Representações Sociais. Para coletas de dados foram utilizados dois instrumentos, um questionário formado por questões fechadas e entrevista semiestruturada com questões abertas. Os dados qualitativos, através da análise de discurso, foram categorizados pelo software IRAMUTEQ®. Os dados quantitativos foram coletados pelo aplicativo Google Forms, tratados através do software IBM-SPSS, e analisados através da estatística descritiva. Para uma melhor abordagem analítica utilizou-se a técnica da triangulação de dados, integrando as abordagens qualitativa e quantitativa. Conhecer e debater as RS dos professores sobre o processo de avaliação de cursos de graduação, traz à tona elementos que podem ser utilizados para a formação de estratégias e políticas voltadas para um melhor aproveitamento das avaliações e regulação em geral, no sentido de explorar o caráter diagnóstico dos instrumentos, e para potencializar a sua característica formativa, ampliando os debates e dando melhor e maior publicidade aos dados.

Palavras-chave


Reconhecimento de curso; Avaliação de curso superior; Qualidade na educação superior.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833