INOVAÇÃO COMO FERRAMENTA COMPETITIVA NO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DAS ATIVIDADES RURAIS

Silvana Dalmutt Kruger, Camila Paulus Link, Odilon Luiz Poli, Claudio Alcides Jacoski

Resumo


O estudo teve como principal propósito analisar o relacionamento entre os esforços em inovação e o desempenho de mercado e de custos em estabelecimentos rurais na região de Itapiranga- SC. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa com abordagem quantitativa com 123 produtores rurais, utilizando a pesquisa de levantamento como estratégia de coleta de dados. Os resultados indicam que as variáveis de inovação, como a melhoria da qualidade da produção e aumento da capacidade produtiva, explicam 32% do desempenho econômico em relação a receita. E as variáveis relacionadas à redução dos custos da produção, redução dos custos de trabalho e redução do consumo de matérias-primas representam 23% na avaliação da redução do custo. A atividade leiteira foi a que mais apresentou inovações. As variáveis relacionadas a “Estrutura” e a “Gestão” demonstram-se significativas em relação a receita e os custos de produção. De forma geral, o estudo evidencia a relevância das inovações como fator competitivo para a produtividade e o desempenho econômico das propriedades rurais.

Palavras-chave


Inovação. Agronegócio. Desempenho econômico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833