O POTENCIAL DA FATEC TATUÍ EM ATENDER AS DEMANDAS DO PARQUE TECNOLÓGICO DE SOROCABA

Fabiano Gregolin

Resumo


Com base na premissa de que a valorização intelectual potencializa o desenvolvimento econômico e social de um país, políticas públicas foram, e ainda são destinadas a geração de um ambiente integrativo entre universidades, empresas e Estado. Uma delas é a criação de parques tecnológicos. Com pouco mais de 2 anos, o PTS vem se destacando pelo seu acentuado crescimento e desenvolvimento de novas parcerias público-privadas. Com esse crescimento acelerado, sua demanda por pesquisas na área de tecnologia e inovação é cada vez mais latente, entretanto, há uma dificuldade significativa no desenvolvimento de novos projetos. Dispõe-se de espaço físico, orientação, incentivos, mas parece faltar algo que atraia alunos para esse habitat. Nesse artigo, levantou-se o potencial da Fatec em atender a essas demandas, identificando os pontos críticos, as principais barreiras para docentes, discentes, e a instituição em si, mostrando ainda algumas alternativas para o fomento no desenvolvimento de pesquisadores na área de tecnologia e inovação, na busca de capacidade para atendimento às demandas do PTS.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833